Coluna

Que putaria é essa?

Meus amigos já estavam se pegando na calçada de um bar qualquer próximo do bairro da liberdade. Era quase duas horas da manhã, eu estava super cansado e minha fase putona já havia passado há alguns meses. Estava afim de ficar na minha, com uma boa cerveja e cigarros.

No fim das contas, acabei sozinho em uma baladinha quase falida, dominada por gays na Rua Frei Caneca. Me empolguei, comecei a trocar olhares, analisar – enquanto ainda estava sem muito álcool na cabeça – como os gays se comportam na noite.

O clima estava (-1), ou seja, a bad bateu. Sentei em uma mesa engordurada e comecei a escrever algumas frases analíticas sobre os breves momentos que ouvia alguns diálogos de quem estava próximo da minha pessoa. Expor estes textículos já explica as situações:

Escrito às 22h43

“Tem que ser uma pessoa muito desprendida para essa coisa de ficar com bissexuais”

“Ele não é bonito, mas é charmoso. Ele fez um filme gay, então dá para desconfiar.”

“Ah, não é porque ele fez um filme gay que ele é, pode ser bi.”

“Não sirvo para essas coisas, pois eu teria que cuidar de toda a população, imagina meu namorado olhando tanto para homem quanto para mulher.”

 

Escrito às 0h17

“Sabe o que é mais interessante? É quando você percebe que não é mais uma puta.”

 

Escrito às 0h17

“Gente desimportante, que se confia a base do álcool.”

 

Escrito às 0h37

“A noite de São Paulo é uma surpresa, mas basta uma cerveja para deixar tudo óbvio.”

 

Escrito às 3h20

“Naquela noite choveu, fumei cigarros sem controle algum. Bebi apenas água. Meus amigos, com certeza, estavam metendo em algum lugar da metrópole. Eu só queria trocar olhares de puta, ir para casa e capotar na minha cama.”

 

Escrito às 3h24

Quanto barulho nessa merda, prefiro ficar em casa me masturbando na frente da webcam do que ficar aqui. Oh, gente da noite sem propósito me irrita. Preciso de algo pra manter meus olhos abertos.”

 

A noite paulistana já não tem mais tanta graça e glamour como antes. Bons velhos tempos.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s