Portal MixBrasil, Trabalho

Revista literária colaborativa lança sua segunda edição

Conversamos com o editor Felipe Arruda para saber a criação da revista colaborativa Rosa

Conversamos com o editor Felipe Arruda para saber a criação da revista colaborativa Rosa

Por Nelson Neto

“A ideia era criar uma revista literária comum. Mas, conversando com o Thiago Barbalho, também editor da Rosa e escritor, a gente decidiu fazer uma revista literária específica para a literatura com temática queer.” Foi assim que nasceu a primeira edição da “Revista Rosa”, editada por Felipe Arruda. Para ele, a literatura com temática LGBT está crescendo e entre seu autores preferidos estão Roberto Piva, Rimbaud, Genet, João Silvério Trevisan Wilson Bueno. Existe literatura de qualidade com temática LGBT, por este motivo criamos a Revista Rosa com o intuito de criar uma revista que discuta este segmento. Confira a entrevista sobre a Revista Rosa, uma ideia que está dando certo.

Como foi a elaboração da primeira edição da Revista Rosa?

A primeira edição foi bem legal. Bastante gente bacana curtiu a ideia, entre eles o escritor Marcelino Freire. Depois que demos a entrevista ao programa do André Fischer na CBN, a gente teve 1000 acessos por mês nos quatro primeiros meses. No lançamento da segunda edição, dia 1 de julho, já tivemos 500 visualizações.

A revista é colaborativa, está fácil encontrar gente disposta em colaborar de forma gratuita?

Tem sido bastante tranquila. O pessoal colabora de forma bastante calorosa. Claro, tivemos um ou outro problema de alguém que não entregou o texto no dia em que deveria. Também, preferimos convidar pessoas diferentes para cada um colaborar em edições diferentes para não repetir muito.

Qual foi a inspiração para o título da “Revista Rosa”? Sabemos que já houve alguns veículos de informação como “Pink TV” ou “Pink pages” fora do Brasil.

A cor rosa tem muitos significados ligados a gênero sexual, mas a revista não tem inspiração em outros veículos que já existiram. Na verdade, a gente se inspirou no livro “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa. Alguns estudos dizem que este é o grande romance gay brasileiro.

Vocês têm projetos de transformar a revista digital em impressa?

Temos sim, a ideia é de que na próxima edição, a terceira, a gente consiga algum patrocinador ou apoiador para colocarmos ela em papel. Temos um problema que são os custos, ela é muito colorida, então precisamos pensar em como faremos isso.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s