Bandeira

Beijaço, bate-boca com vizinho e ato político marcam encontro LGBT em frente à casa do Levy Fidelix

Um dia antes das eleições presidenciais, no último sábado, 4 de outubro, militantes independentes, candidatos políticos, heterossexuais e coletivos LGBTs se reuniram em frente ao prédio em que Levy Fidelix (PRTB) reside, em São Paulo, para protestar contra seu discurso, nos dois último debates – Record e Globo – contra a comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

Alguns momentos chamaram atenção durante o dia. O primeiro a chegada da Policia Civil de São Paulo ao ato, na ocasião, os militantes Julian Rodrigues e Bill Santos alertaram que a proteção dos candidatos à Presidência da República devem ser feitas pela Policia Federal e não pela Civil. “Isso mostra um ato político da parte dele. Contatos que tenho me informaram que ele ligou para Polícia Civil e fez o pedido da vinda deles, o que é questionável”.

_DSC0562

Houve nítido apoio de alguns vizinhos do prédio em que Levy Fidelix mora. Durante todo o ato que durou das 16h até as 20h, moradores abriram as janelas e sinalizaram positivamente para a manifestação com cerca de 300 pessoas. Quem não gostou muito da aglomeração foi Ricardo Miranda, 23 anos, morador do prédio ao lado de Levy. Ele questionou o ato alegando que o ato estava incomodando a vizinhança e que ali moravam crianças.

_DSC0555

Voz

O “[Ato Unificado] Beijaço e Trepaço LGBT na casa do Levy Fidelix” foi composto por militantes LGBT independentes, ANEL, CASVI, Coletivo Ana Montenegro, Coletivo Rua, Fórum Mogiano LGBT (de Mongi das Cruzes, SP), Fórum Paulista LGBT, Fórum Paulista de Travestis e Transexuais, Frente LGBT + Casperiana, GADvS, Mães pela Igualdade, Organizativo da Marcha Lésbica e Bi de SP, Território Livre, União da Juventude Comunista e a União da Juventude Socialista.

_DSC0386

Na ocasião o microfone foi aberto logo após o discurso da militante Amanda Palha que em forma de jogral afirmou que “no último domingo [28 de setembro], o candidato Levy Fidelix convidou a população a combater as LGBTs. Viemos dizer que esta formula já é antiga. Nós já somos combatidas. Todos os dias morrem gays por serem gays, lésbicas por serem lésbicas, bissexuais por serem bissexuais, pessoas trans por serem pessoas trans, travestis por serem travestis, e pessoas que não se adéquam aos padrões de gênero. Não vamos perder esta oportunidade para ensinar para todos os Levys que nosso sexo não é só sistema excretor, é prazer, desejo, fantasia e faz parte da nossa identidade de gênero e orientação sexual. Não precisamos de mais combate, precisamos de mais direitos, equiparação da discriminação por identidade de gênero e orientação sexual além do racimos. Aprovação da lei identidade de gênero João W. Nery, o casamento civil igualitário e educação para diversidade”.

_DSC0213

Além do beijaço, um ato que lembrou os LGBTs mortos pelo preconceito foi feito. Diversos militantes e outros presentes no ato usaram sacos plásticos de lixo e se cobriram com a bandeira da causa para reforçar o quanto o discurso que Levy Fidelix encabeçou em campanha pode colaborar para a morte de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

_DSC0505

Pauta

A pauta LGBT é antiga, mas só na última eleição ela tomou força nacional entrando nas casas dos brasileiros. Infelizmente, o fundamentalismo e o conservadorismo que estão embutidos na dominação do pensamento político-cristão faz com que a demanda LGBT ainda custe muito àqueles que se propõem às candidaturas para Presidência da República.

_DSC0204_DSC0054 _DSC0088 _DSC0107 _DSC0147 _DSC0166 _DSC0169 _DSC0186 _DSC0218 _DSC0269 _DSC0282 _DSC0329 _DSC0384

*Fotos de Nelson Neto

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s