Bandeira

Tweet da Pitty. Beijo da Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg. Derrota do Levy Fidelix.

Na correria do trabalho, dos estudos e outros corres da vida a gente nem percebe que o mundo está vivo e é possível ter esperança nele. Da noite de domingo, 15 de março, até a noite de segunda-feira (16), a população LGBT teve o que comemorar, tirando a importuna (embora respeitado pelo espetáculo da democracia) manifestação que ocorreu pelas capitais paulista. Confira:

Tweet da Pitty
Não é de agora que a cantora Pitty acerta no discurso em defesa das minorias. Mas, na última segunda-feira ela divou em um tweet de resposta a outro usurário da rede social em que dizia para ela voltar para a cozinha. Leia e aprecie:

Beijo da Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg
Esperar o último capítulo pra quê? A Rede Globo parece ter aprendido o caminho e não problematizar o beijo entre mulheres ou homens em suas telenovelas, e logo no primeiro capítulo de Babilônia, Fernanda Montenegro e Nathalia Timbergh arrasam na cena. Não faltaram elogios.

Derrota do Levy Fidelix
Depois das declarações lgbtfóbicas durante sua campanha na corrida Presidencial, e sua derrota, Levy Fidelix (PRTB) foi condenado em primeira instância a pagar R$ 1 milhão pelas declarações contra a população LGBT. Para o UOL, Levy declarou que irá recorrer da decisão. Ao Blog, o advogado Paulo Iotti explicou que “a juíza determinou que o direito de resposta, a ser pago por ele, seja realizado imediatamente, até trinta dias após a publicação da sentença. Em tese ele pode recorrer disso também. De qualquer forma, a condenação é histórica em termos de respeito à cidadania LGBT. Pela sentença, o Conselho Nacional LGBT determinará a destinação do valor da indenização, desde que voltado para ações pró-cidadania LGBT. Mas isso somente quando o processo ‘transitar em julgado’, ou seja, quando não couber mais recursos ou ele deixar passar o prazo sem recorrer. É importante lutarmos para que a condenação seja mantida, bem como o valor indenizatório seja mantido em patamar elevado, para dissuadir outras pessoas de discursos de ódio homotransfóbicos. Farei uma petição no processo nesse sentido pelo GADvS – Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual – caso ele apele. o que imagino que seja provável”.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s