Cachola

Cuidado; ovos frágeis

Ao abrir qualquer navegador de internet deveria aparecer um aviso: “cuidado; ovos frágeis”

ovos

Falar que o ciberespaço está modificando modos comportamentais de grupos sociais não é nenhuma informação nova ao leitor. Entretanto, é preciso problematizar as experiências colaterais que se resultam na rede e o quanto elas impactam no mundo material.

Compreender que por trás dessas linhas que lemos e rolamos tela abaixo existem pessoas autorais – às vezes nem tão autorais assim, mas pessoas que compartilham das ideias – e que essas mesmas pessoas têm vivências muito particulares que devem ser respeitadas pode ser um exercício sacrificador para muito.

Com o avanço do acesso ao uso das novas tecnologias de informação, os indivíduos deixaram de ser apenas receptores passivos de conteúdo e passaram a ser interlocutores ativos na transmissão de mensagens.

Resultado: a rede facilitou separar aquilo que sustenta e legitima ideias a priori; e com isso criou micro-redes sociais que colaboram apenas para a manutenção de matrizes de funcionamento dos modos de ver o mundo; e a partir disso polarizando os debates; ao invés de se construir diálogos convergentes entre ideias e ideologias diferentes.

Reacionários se tornam mais reacionários e esquerdistas mais esquerdistas.

A radicalização no modo de pensar e de reproduzir as representações no mundo real vão se tornar cada vez menos moderadoras e dialogáveis para experiências colaterais que colaborem para uma construção social sensível ao outro.

Ao abrir qualquer navegador de internet deveria aparecer um aviso: “cuidado; ovos frágeis”. A rede se tornou um amontoado de comunidades argumentativas prontas para a batalha; e qualquer um que tente assumir um papel de mediador é atacado pelos dois lados: torna-se ‘coxinha’ para uns e ‘petralha’ para os outros.

Não é difícil encontrar nos grupos virtuais das redes sociais pares que compartilham das mesmas ideias se agridem pela falta da compreensão do outro. Provavelmente, o bom senso esteja em falta quando nos sentimos ‘protegidos’ atrás de uma conexão virtual de rede.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s