O País de infantis

"O Brasil oscila. Dá sinais de uma modernidade, de uma natureza que é real, nossa. É o Brasil de dentro. As pessoas são lindas, encantadoras. E de repente recua quilômetros e dá uma topada feia. Sai do paraíso para o inferno, do inferno para o paraíso em tudo: política, religião, amor, preconceito. Temos essa coisa muito estremada, muito perdida ainda. Acho que é um pouco infantil. Somos curumins." Diz Maria Bethânia à Folha de S. Paulo.

Anúncios

Vinhos sem preconceitos

Por Nelson Neto Publicado na Black Card Lifestyle Depois de morar na África do Sul e conhecer os vinhos que são produzidos por lá, o empresário Raphael Malagó resolveu compartilhar esta experiência com os brasileiros. Junto com seu sócio e amigo Guy Helou, abriu a Qual Vinho, importadora de vinhos sul-africanos. A marca, que começou… Continue lendo Vinhos sem preconceitos