Iranianos são condenados à pena de morte por manter relação homossexual

Relatório divulgado afirma que situação no Irã é terrível Quatro homens foram condenados à pena de morte por sodomia na cidade de Choram, província de Kohgiluyeh e Boyer-Ahmad, no Irã. Ou seja, tiveram relações sexuais com o mesmo sexo, que é considerado crime no país. Saadat Arefi, Akabari Vahir, Akabari Jadid e Akbari Houshmand poderiam ser livres… Continue lendo Iranianos são condenados à pena de morte por manter relação homossexual