Jornalismo; a vida como ela é. Só que não

“Há alguns anos escrevi que as telenovelas assumiram um papel comunicacional maior do que os telejornais. E atualmente elas avançaram mais; dizem mais da realidade brasileira do que os próprios jornais”. Sentado em das confortáveis poltronas do Memorial da América Latina, em São Paulo, presto atenção a fala do professor doutor em Comunicação da USP Ciro Marcondes Filhos. Ele é o responsável pelo curso Re-pensando a Comunicação Contemporânea na América Latina; promovido pela Cátedra Unesco.

Anúncios